26 de agosto de 2009

mãe que inspira

Minha mãe faz decupagem. Tenho uma coleção de coisas de casa tipo tanquinho pra colocar pregador de roupas, porta-talheres, puxa-saco, porta-velas: tudo em MDF com decupagem de vaquinha [amo vacas (L)]. Confesso nunca ter tido muita paciência para MDF e guardanapos. O processo de lixar, trocentas camadas de tinta, recortar mínimos detalhes em guardanapos decorados... tenho preguiça só de pensar.

Um dia me deu vontade de MDF e acabou que tive uma idéia: decupagem tem que ser com papel pra decupagem ou guardanapos decorados? Tem mesmo? Não! Eu tinha uns livros, desses comprados a centavos em feiras de rua, e resolvi cometer a heresia de transformá-los em:


Na verdade, eu fiz um teste pra ver se ficaria legal esse esquema de livro + coisas em cima. A intenção era cobrir uma estante toda e como gostei do resultado, a estante já está em andamento! A flor é sim guardanapo recortado. O efeito transparente me agradou bastante!

Escolhi livros bem detonados e com páginas bem amareladas porque papel amarela de todo jeito e o efeito do antigo fica bem legal.

A caixinha, apesar da aparência natalina, foi presente de [des]aniversário para a querida Maria Lúcia.

2 comentários:

Tati Damianni disse...

Ai que lindo!!

Na próxima encarnação quero ter estes talentos manuais!!

Fátima disse...

que baaaaaaaaaaarbaro!!!